icons
icone 2

Os  melhores métodos e dicas  comerciais para te ajudar a vender mais e até mesmo criar um negócio do ZERO

Junte-se a 17,165 leitores inteligentes e receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis no seu e-mail

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!

Atlanta aposta em parceria público-privada para segurança da cidade

02/04/2018

O Departamento de Polícia de Atlanta utiliza câmeras privadas e públicas para combater o crime e melhorar a preparação para emergências

 

A cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, ultrapassou a marca de 10 mil câmeras de videomonitoramento visualizadas pela polícia. A marca foi atingida por uma combinação de câmeras públicas e câmeras pertencentes a varejistas, grandes empresas e até mesmo residências. O Departamento de Polícia de Atlanta (APD, na sigla em inglês) aproveitou o melhor da tecnologia para integrar as imagens de toda a cidade sem onerar os cofres públicos através de uma parceria público-privada.

O projeto vem sendo desenhado desde 2007, quando a prefeitura local decidiu lançar uma nova iniciativa chamada Operation Shield – esforço conjunto entre a Atlanta Police Foundation e a APD. O projeto foi concebido para mobilizar a cooperação de múltiplos setores privados para promover uma rede de segurança mais completa e apta a ajudar as autoridades no combate à criminalidade. As imagens, visualizadas em um único centro de comando, proporcionam às forças de segurança uma visão holística e em tempo real das ocorrências.

Outras organizações da cidade, como o Sistema de Escolas Públicas de Atlanta, bem como os departamentos de Obras Públicas, Gestão de Bacias Hidrográficas, além da aviação, contribuem com 4.000 câmeras para a rede de vigilância. O maior incremento, no entanto, ocorreu por meio de parcerias com os comércios locais e imóveis residenciais. Usando uma combinação entre redes wireless, fibra óptica e conexões 4G, as imagens são transmitidas de maneira segura e armazenadas na nuvem. Em alguns casos, e sempre com a autorização dos cidadãos, os agentes de seguranças conseguem operar as câmeras.

Na prática, as imagens já foram responsáveis até pela atuação rápida da polícia para proteger um cidadão em um tiroteio. Recentemente, houve um incidente em que um funcionário de uma empresa local vasculhava a área com a câmera PTZ da empresa e ouvia alguns tiros. Assustada com o som, acidentalmente inclinou a câmera em uma direção não tão útil à ação policial. Da sala de controle do Departamento de Polícia, um oficial conseguiu redirecionar a câmera para melhor examinar a cena e capturar detalhes importantes da situação.

Infraestrutura

O sistema de videomonitoramento IP passou a ser desenhado a partir de 17 câmeras de videomonitoramento que, em seguida, foram expandidas para 400 equipamentos HDTV para os pontos críticos – 90% delas são do modelo PTZ Axis Q60. Outro desafio foi o de construir uma plataforma robusta que pudesse abarcar mais de 10.000 câmeras de diferentes marcas, tipos de redes e sistemas de gestão de vídeo.

A medida em que a administração municipal implantava as câmeras de vigilância por Atlanta, ela também investiu cerca de US$ 350 mil para criar o Centro Operacional, Loudermilk Operation Shield Video Integration Center (VIC), de onde são visualizadas todas as 10400 câmeras que compõe o sistema atualmente.

“O VIC dá para a APD a capacidade de ter olhos pela cidade e puxar os vídeos dos parceiros sem ter que possuir todos os recursos por nós mesmos”, relata Thomas R. Sutoon, policial sênior da equipe do Operation Shield.”Ao conectar com outras entidades que já tem as câmeras nos locais, nós economizamos um imenso investimento em equipamento e manutenção”.

Embora não tenha controle sobre quais sistemas de câmeras os parceiros privados implementam, a maioria das 400 câmeras do departamento municipal são do modelo Axis Q60. “Com as câmeras PTZ nós conseguimos uma excelente cobertura, com alguns modelos oferecendo visualização em 360º”, diz Sutton.

A maioria das câmeras da APD são instaladas em intersecções e postes na rua. “Dado que os lugares onde instalamos as câmeras não necessariamente tem as melhores condições de iluminação, as capacidades de gravação em baixa luminosidade de linha Axis Q60 são especialmente úteis”, destaca Sutton. “Além disso, o alcance do zoom óptico tem sido fenomenal”.

Devido à complexidade na forma de conexão dos diferentes sistemas à rede, o departamento de polícia da cidade decidiu implementar um sistema de gestão duplo: um VMS para as câmeras instaladas pela própria APD e um sistema PSIM para integrar os fluxos de vídeo dos diferentes parceiros privados. A API aberta das câmeras Axis permitiu que a APD pudesse buscar as melhores soluções no mercado, a medida que as tecnologias e sistemas de segurança inovavam e mudavam com o tempo.

Em 2016, a equipe decidiu migrar para um sistema denominado Community Connect, projetado a partir da tecnologia de Federação da Genetec que conecta sistemas de vídeo independentes ao Departamento de Polícia de Atlanta. Hoje, a maioria das câmeras do sistema transmitem diretamente para a nuvem usando a solução de videovigilância como serviço Stratocast da Geenetec. Os policiais podem acessar as gravações de câmeras privadas conforme necessário. “Isso não só ajuda a VIC a reduzir o consumo de banda como dá a capacidade de compartilhar um pedaço particular do vídeo em múltiplas direções como, por exemplo, outros recintos ou postos de comando sem precisar que eles passem diretamente pelo VIC”, expica Sutton.

Para o prefeito da cidade de Atlanta, Neil Klotzer, quanto mais câmeras existirem em uma área, melhor. “O Operation Shield demonstra que, trabalhando juntos, nós conseguimos construir uma cidade mais segura para todos”.

Fonte: Digital Security

Postado por alexandre-3



Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


ALEXANDRE

Alexandre Azevedo
Vendedor. Graduado em Marketing e em Administração. Pós-Graduado em Comunicação e Marketing. Consultor de Soluções de Segurança Eletrônica e Controle de Acesso.

Buscar no Blog

Junte-se a 17,165 leitores inteligentes e receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis no seu e-mail

Respeitamos sua privacidade, NUNCA enviamos spam!

          © 2015 · GPAGES. Todos os direitos reservados. 

branca 2

Tel.: 33 99104-8098 | 27 99789-2510
azevedo.jump@gmail.com